Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Buscar  
Brasil
Publicada em 29/10/15 as 11:08h - 336 visualizações
CHINA ACABA COM POLÍTICA DO FILHO ÚNICO APÓS MAIS DE 30 ANOS
Objetivo é corrigir desequilíbrio entre homens e mulheres e conter envelhecimento

Rádio Amazônia Viva FM - A Rádio Top de Belém

Link da Notícia:

 (Foto: Rádio Amazônia Viva FM - A Rádio Top de Belém )
Pequim — O Partido Comunista chinês decidiu abolir com a política do filho único e autorizará pela primeira vez em mais de 30 anos que os casais tenham dois filhos, segundo um comunicado do Partido Comunista divulgado pela agência oficial Xinhua. A reforma, que põe fim a controvertida política que limitava os nascimentos no país, foi anunciada na reunião anual do Partido diante de preocupações sobre a desaceleração da economia do país.
— A China vai permitir que todos os casais a terem dois filhos, abandonando a sua política de um filho de décadas — disse a agência Xinhua, mas sem divulgar detalhes sobre o prazo para a implementação.
A decisão histórica foi tomada dois anos depois que o governo autorizou que os casais, em que um dos cônjuges fosse filho único, tivesse um segundo filho. O objetivo é corrigir o desequilíbrio entre homens e mulheres e conter o envelhecimento da população, além de estimular a economia, depois de o país registrar neste mês o pior crescimento trimestral desde 2009.
Durantes meses, circularam no país especulações de que Pequim estava se preparando para abandonar a política do filho único, introduzida em 1980 pelos líderes comunistas como uma forma de conter a população e limitar demandas de água e de outros recursos. Segundo o governo, foram impedidos cerca de 400 milhões de nascimentos, mas o custo humano da medida foi incalculável, com esterilizações e abortos forçados, infanticídio e um desequilíbrio de gênero dramático que implica a milhões de homens nunca encontrarem parceiras.
Os opositores do governo também alegam que a política criou uma "bomba-relógio" demográfica, com população em rápido envelhecimento, enquanto a força de trabalho se encolhe. A ONU estima que até 2050 a China terá cerca de 440 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Já os em idade ativa - aqueles entre 15 e 59 anos - vão cair dos atuais 1,37 bilhão para 1,3 bilhão. Isso significa que a China pode se tornar o primeiro país do mundo a ficar velho antes de rico. (O Globo)



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Redes Sociais


(91)99240-4550

Hora Certa
No Ar
RIOS DE ÁGUAS VIVAS
Peça sua Música

  • MARIA JOSÉ DA SILVA SANTOS
    Cidade: cambui minas gerais
    Mensagem: léa miranda-vai abrir o mar p/ vc passar,me desculpe não sei o nome da música. a paz do senhor.
  • MATHEUS
    Cidade: GOIANIA
    Mensagem: A ELE GLORIA
  • JUNIOR
    Cidade: GOIANIA
    Mensagem: PODEROSO DEUS
  • ROSEMARY
    Cidade: GOIANIA
    Mensagem: RENDIDO ESTOU
  • georlando efamilha
    Cidade: barcarena laranjau
    Mensagem: queorasao
  • Eltim Soares
    Cidade: Maracajá Pará
    Mensagem: Só Deus.lazaro
Estatísticas
Visitas: 189993 Usuários Online: 4


Parceiros

Copyright (c) 2017 - Rádio Amazônia Viva FM - A Rádio Top de Belém - Todos os direitos reservados